anuncie no canal da serra
Anúncio:
anuncie no canal da serra

Pedalada chama atenção para barragens que abastecem Manhuaçu


Compartilhar:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Um grupo de trinta ciclistas aceitou o convite da Ong Pro Rio Manhuaçu para a realização de uma ação em defesa do meio ambiente, por meio de uma “pedalada consciente” a fim de chamar a atenção para a situação da bacia do rio Manhuaçu, conscientizar a população para um consumo sustentável da água e uma visita ao sistema de captação, que abastece a cidade. A iniciativa aconteceu na manhã de domingo, 13/12.

A primeira parte foi na captação no Córrego São Sebastião e, em seguida na barragem em Manhuaçuzinho. Ao todo, a Pedalada e Reação teve um percurso de 27 quilômetros, mas o contato com a natureza possibilitou que todos fizessem um passeio bastante tranquilo.

O grupo saiu do Parque de Exposições da Ponte da Aldeia. Teve até quem foi caminhando. Lá, os participantes puderam conhecer toda a riqueza que a natureza oferece, que nem sempre está merecendo a atenção do Poder Público para preservar o espaço, que é totalmente aberto.

Integrantes da Ong também recolheram no local lixo, que certamente fora deixado por pessoas que passam nas proximidades do manancial.

A barragem de Manhuaçuzinho não tem qualquer proteção. Essa fragilidade para acesso de todos os lados foi uma das preocupações. Um dos participantes observou que o local está bastante assoreado e uma limpeza poderia ajudar bastante para o armazenamento de água.

Alisson Sad, um dos fundadores da Ong Pro Rio Manhuaçu, destaca a necessidade de uma atenção voltada para a situação da água e da barragem. Segundo ele, o objetivo do passeio foi o de mostrar as belezas naturais à nossa volta e, procurar meio da ação que o lençol freático seja restabelecido, principalmente recuperando as matas ciliares e protegendo as nascentes. “Não vai ser da noite para o dia, mas não podemos ficar de braços cruzados. Aqui presenciamos que é irrestrito o local e até animais pastando às margens, como se tivesse abandonado essa área tão rica. Vamos cobrar ação do Poder Público novamente”, afirma Alisson Sad.

Os diretores da Ong, Roberto Vargas e Roberto David, avaliam como positivo o evento que veio a somar, trabalhar a conscientização para a preservação, e ainda possibilitou que muitos participantes conhecessem onde nasce a água que abastece a cidade. Uma cobrança para a construção de reservatório também será sugerida.

Para Roberto David, a preocupação é para daqui a dois anos, em que o cenário poderá ficar completamente diferente. “A preocupação da Ong Pro Rio Manhuaçu é com o racionamento, e a maneira adequada com que a população deve fazer para economizar água. Agora é sensibilizar a todos para o uso racional e consciente da água. As ações diárias também podem ajudar a amenizar o problema”, destaca Roberto David.

Com informações – Portal Caparaó

Comentários


Anúncio:
anuncie no canal da serra