anuncie no canal da serra
Anúncio:
anuncie no canal da serra

Tony Burton, o Duke da saga “Rocky”, morre aos 78 anos


Compartilhar:
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

tony-burton-e-sylvester-stallone-em-cena-de-rocky-1456470633093_615x300

Morreu nesta quinta-feira (25) na Califórnia o ator Tony Burton, conhecido pelo seu papel de Duke nos filmes de “Rocky”. Segundo a irmã de Tony, ele estava doente há mais de um ano, mas nunca recebeu um diagnóstico oficial.

Tony, que morreu aos 78 anos, foi um dos poucos atores da saga “Rocky” que participaram dos seis primeiros filmes da saga. Ele intepretava Duke, o treinador de Apollo Creed. De acordo com Kelley, irmã de Tony, ele não participou de “Creed: Nascido Para Lutar” (2015) porque já estava muito doente.

“Há uma cena no último filme (Creed: Nascido para Lutar) em que a imagem do meu irmão aparece na parede de um restaurante. Infelizmente ele não conseguiu assistir”, lamentou Kelly em entrevista ao site MLive.

“Creed: Nascido para Lutar”, aliás, garantiu a Sylvester Stallone o seu primeiro Globo de Ouro. O ator foi um dos grandes destaques do evento deste ano ao vencer o prêmio de melhor ator coadjuvante pelo retorno ao papel de Rocky Balboa.

Além de ator, Tony também foi boxeador. Ele lutou profissionalmente entre 1958 e 1959. Durante esse período, ele foi nocauteado por Lamar Clark, boxeador que detém o recorde de nocautes consecutivos: 44.

Tony Burton também atuou em longas como “O Iluminado” (1980) e “Loucos De Dar Nó” (1980).

O ator Carl Weathers, que interpretou o personagem Apollo Creed na saga Rocky, usou seu perfil no Twitter para lamentar a morte de Tony.

“Notícia triste. Descanse em paz, Tony Burton. Sua intensidade e talento ajudaram a tornar os filmes de Rocky um sucesso”, escreveu.

 

 

 

 

Fonte: UOL

Comentários


Anúncio:
anuncie no canal da serra